quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

MÊS: FEVEREIRO
"VINGANÇA"

 

LIVRO: INFAME SEDUTOR
AUTORA: MARY BRENDAN
EDITORA: NOVA CULTURAL
CLÁSSICOS HISTÓRICOS – ESPECIAL - EDIÇÃO 136


RESUMO:

ELE SE CASOU PELO DOTE DELA... OU POR VINGANÇA?
Inglaterra, 1818

A reputação do visconde de Stratton precedia-o: aventureiro e audacioso, ele era notório por suas belas amantes. A família de Lady Elizabeth lhe devia dinheiro, e a única esperança que ele tinha de recebê-lo era apossando-se do considerável dote dela... mas teria de se casar com Elizabeth para obtê-lo!

Lady Elizabeth não desejava se casar com um  conquistador infame como aquele, mesmo ele sendo irresistivelmente bonito. Se já era um homem rico, por que Stratton concordara em se casar com ela? Especialmente estando a reputação dela manchada por um escândalo! Era por amor... ou por vingança?

Resenha:

Bom pessoal, esta é a última resenha da Maratona de Banca 2012, tema escolhido para este  mês é a “Vingança”, então procurando na minha estante  o escolhido  foi o Infame Sedutor , da escritora Mary Brendan, ainda não tinha lido nada desta autora, o livro é da série os Clássicos Históricos Especiais gosto muito deste estilo, dos livros históricos pois contam muito sobre romances de uma época passada. Este aqui conta a história de Lady Elizabeth  e Ross, o visconde de Stratton . Ela era uma dama da alta sociedade mais teve sua reputação manchada por um acontecimento em seu passado, aos seus dezoito anos de idade apaixonou-se  por Randolph Havering um jovem do exército, então resolveram fugir para casarem , sua fuga deu tudo errado  no caminho encontraram um bando de bandoleiros, que os ameaçam matá-los, então para não ver seu amor morrendo , ela pediu para que ele corresse, só que ela nunca pensou que ele a abandonaria naquela situação, achou que ele voltaria para  resgatá-la mais tarde. Os bandoleiros não tinha munição suficiente então apenas iria amarrá-lo num árvore e roubar a carruagem. Eles apenas queriam a carruagem e o dinheiro para escapar do exército. Foi quando Elizabeth descobriu que ele nem armado tinha ido na fuga , isso deixou seu pai mais enfurecido quando soube, disse que um militar jamais deveria cometer um tipo de erro desse e ainda mais de noite.Sendo assim Lady Elizabeth ficou sozinha com os bandoleiros, eles resolveram se esconder no celeiro de uma estalagem, ficaram com ela para que pudessem pedir um resgate pois deveria valer alguma coisa.Um dos bandoleiros foi procurar comida  e enquanto outro vigiava a refém, só que ele tinha outras intenções com Lady Elizabeth, mais lutou contra aquela violência , sendo assim esmurrada três ou quatro vezes, quando outro comparsa voltou  lady Elizabeth já estava sem o vestido, para sua surpresa o outro comparsa não era um  homem e sim a esposa do bandoleiro, sem pensar esta lhe acertou com uma pá, ela condenou o que o marido fez, mas única coisa que poderia foi dar lhe comida. Lady Elizabeth percebeu que os soldados estavam perto de onde se encontrava, que era o momento para gritar, mas desistiu, vendo aquela situação resolveu ajudar a mulher que tinha lhe ajudado minutos antes, lhe entregou o seu vestido ficando assim de roupas de baixo, pois os soldados procuravam dois homens e não um casal e então fugiram. O pai de Elizabeth já a procurava por ter fugido, encontrando-a dois ou três dias depois daquele dia tão tumultuado. Ao achá-la seu pai ficou muito triste pelo ocorrido, mais nunca a condenou pelo seu ato, mais tinha quem fizesse por ele, sua avó paterna logo a discriminou acusando-a que sua reputação estava arruinada, que era melhor que tivesse morrido para que não manchasse o nome dos Thorneycroft, Seu pai era um homem muito bom mais o desprezo e a indiferença das pessoas, mesmo o nascimento de seu herdeiro, nunca foi bastante, o pai de Elizabeth acabou falecendo. Ela acabou levando a culpa de tudo, a madrasta a odiava e avó a culpava pela morte do filho, a partir deste dia foi morar com a avó materna Edwina, a quem a criou muito bem. Bom vocês devem perguntar como Ross entra nesta história, então ele conheceu Lady Elizabeth, ela esta fazendo dezoito anos de idade, por costume as moças nesta idade era apresentadas para sociedade através de um baile, ele já a tinha notado mais nunca teve coragem para se aproximar com medo que fosse rejeitado, ele sempre  soube onde encontrá-la , mas ele nunca se aproximou pois não queria ser humilhado  e rejeitado , sempre lhe faltou coragem, se ele soubesse que ela nunca o rejeitaria ele nunca tinha desistido de se aproximar dela, naquela época ele fez o que achou certo pois o pai dela nunca acharia que ele fosse  a pessoa ideal para ela , o que ele lhe tinha para oferecer sendo filho de um contrabandista da Cornualha. Passado alguns anos Lady Elizabeth continua sem marido, apenas cuidando dos pobres e dos necessitados junto com um padre, sua avó Edwina aceitava muito bem esse tipo de situação, pois queria vê-la casada com homem que tivesse posse. Pensando num jeito de casar sua neta, sua avó resolveu ir em um jantar da alta sociedade, lá encontrou o jovem  Ross , que pouco itempo tinha recebido do título de Visconde de Stratton, eles já se conheciam do passado, então ela teve uma ideia, propor que ele lhe ajudasse num leilão em que seu mordomo estava sendo disputado pelas damas da sociedade. ....

Bom pessoal vou deixar vocês um pouquinho curiosas, pois não irei contar a história toda, por que acho muito sem graça quando contam a história até final, espero que vocês fiquem bem curiosas para saber o final desta aposta que foi feita entre avó de Lady Elizabeth  e o Visconde de Strutton.

Beijos, 

Espero que tenham gostado da resenha, aguardo os comentários!!

@ninh@  



0 comentários:

PROMOÇÕES

Seguidores

PROJETO COM AMOR POR FAVOR SEM FLASH!

BOOK TOUR

BOOK TOUR

BOOK TOUR

Quem sou eu

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

FAN PAGE

TWITTER